February 21, 2020

ABAPZombie Guide to ABAP – Parte 18 – CALL BADI

Mais um comando do tipo “eu faço o que tá escrito”, ou seja: O Call BADI faz a Chamada de uma BADI. Simples assim 🙂

O comando funciona como uma espécie de CALL METHOD, a diferença é que o SAP vai fazer a rotina de verificação para pegar as particularidades da BADI e todos os metódos implementados.

Para ilustrar, um exemplo do standard:

* Retirado do programa LMIGOKP2 (transacao MIGO)
   get badi lr_mb_transfer.

   call badi lr_mb_transfer->check_order_of_steps
     EXPORTING
       is_mseg   = ls_mseg
       is_wueb   = is_wueb
       is_goitem = ls_goitem
     IMPORTING
       e_return  = ls_return.

Ou seja, o código acima iria buscar todas as implementações da BADI para o método CHECK_ORDER_OF_STEPS, e iria executá-las uma a uma (se elas estivessem ativas e etc).

O comando funciona em conjunto com o comando GET BADI (uma espécie de CREATE OBJECT), que busca a instância de uma BADI.

Mas atenção: esse comando foi implantado nas versões mais recentes do SAP, e ele faz parte de um novo tipo de tratamento de BADIs feito dentro da ferramenta que cria/controla enhancement spots.

O que você encontra com frequência no standard para o tratamento de BADIs é a utilização da classe CL_EXITHANDLER para buscar instâncias de BADIs e executar os seus métodos implantados.

Mas enfim, esse e outros detalhes sobre BADIs estarão em um tópico apropriado. O comando CALL BADI “só” faz o que eu expliquei ali mesmo 🙂

Abraços!

Mauricio Cruz

é pasteleiro há alguns anos e criou o ABAPZombie junto com o Mauro em 2010. Gosta de filosofar sobre fundamentos básicos da programação e assuntos polêmicos. Músicas estranhas, artes marciais e games indies são legais. Zumbis não. Converse comigo no twitter e conheça o meu livro de ABAP!

View all posts by Mauricio Cruz →

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *