December 12, 2019

Permitase un Momento de Relax – Quando você acha que já viu de tudo…

Eu estava preparando um post um pouco mais divertido para voltar do recesso de janeiro, mas tem certas coisas que a gente vê por aí que PEDEM para ser compartilhadas.

Para você que acha isso zuado:

  CONSTANTS: c_x TYPE c VALUE 'x'.

Eu lhe apresento o cúmulo do uso idiota de constantes. Com vocês, A CONSTANTE DE FUNÇÃO:

  CALL FUNCTION c_cs_bom_expl_mat_v2
    EXPORTING
     ....

Me diz… ONDE ESSE MUNDO VAI PARAR?

Esse povo da Síndrome do Robô é muito persistente…

Mauricio Cruz

é pasteleiro há alguns anos e criou o ABAPZombie junto com o Mauro em 2010. Gosta de filosofar sobre fundamentos básicos da programação e assuntos polêmicos. Músicas estranhas, artes marciais e games indies são legais. Zumbis não. Converse comigo no twitter e conheça o meu livro de ABAP!

View all posts by Mauricio Cruz →

14 thoughts on “Permitase un Momento de Relax – Quando você acha que já viu de tudo…

  1. Também já me daparei com isso! E mais! Havia um comentário na declaração da constante, bem esclarecedor por sinal. ex:
    ‘ ” Módulo de função cs_bom_expl_mat_v2.

  2. Antes de dizer que é bom ou mau, tentem ver um exemplo:
    tipo…
    * User exit
    CALL FUNCTION ‘z_check_exit’
    EXPORTING
    exit = exit_1
    IMPORTING
    e_func = nome_da_funcao
    EXCEPTIONS
    OTHERS = 1.
    IF sy-subrc EQ 0.
    CALL FUNCTION nome_da_funcao
    ….
    ENDIF.

    Isto é bom quando estamos a fazer desenvolvimentos em Standard e queremos dar ao programador a possibilidade de fazer desenvolvimentos sem andar a registar o objeto por exemplo.
    Se existem maneiras melhores..claro que sim.. mas fica aqui o exemplo do quão util pode ser a declaração de uma constante de função..

    1. Olá João!

      Desculpe, mas o seu exemplo só funciona se nome_da_função for uma variável/parâmetro, e não uma constante.

      Constante de função não presta para absolutamente nada. Só se a implementação for MUITO TOSCA, e utilizar uma constante para trocar o nome de várias funções de uma só vez. Acho que eu iria vomitar se olhasse algo assim, mas vai saber.

      Abs!

  3. Amigo…o dono do código…ter calma com as palavras por vezes dava jeito..digo eu..mas pronto.. será uma variável sim..mas com a possibilizade de utilizarmos como quisermos..
    vamos imaginar..
    temos o nosso codigo standard..sem Z/Y’s
    Como fazer com que o programador possa fazer alterações ao codigo?
    Criarmos as nossas proprias funções predefinidas (campos/tabelas e afins) e uma tabela de parametrização para o programador configurar que exits quer que estejam ativas…
    se é uma boa politica?..talvez nao..mas de mal o menos temos a possibilidade de fazermos o nosso codigo sem andar a fazer alterações no standard..

    1. João, eu entendi perfeitamente a sua idéia no primeiro comentário. Note que eu não comentei nada sobre ela. O quanto eu acho ela boa ou não sai do escopo desse post, e não vou discutir isso aqui.

      O fato é que aqui nest post brincamos com CONSTANTES para nome de função, e não para variáveis. Para a sua lógica funcionar, uma constante não funciona, correto? Portanto, seu primeiro comentário continua sem sentido, mesmo que a lógica esteja correta para VARIÁVEIS no nome da função.

      Abraços!

  4. Boas,
    Funciona quando a nossa tabela de parametrização tem a coluna com o numero de exit e temos de criar a função com o nome pre definido…se é bom ou nao…claro que nao..mas é o que temos..

    Abraço

    1. Meu filho…

      Isso que vc ta dizendo, pode funcionar, pode ser uma boa dependendo do cenário.

      Mas NÃO usando constante…

      Tente ativar isso:

      CONSTANTS: c_teste type char10 value 'ZUMBIE'.
      
      c_teste = 'ABAPZOMBIE'.
      
      

      Fica tranquilo, é um post de humor, não é uma regra.

      Abs

  5. Pois é meus caros, tem muito disso.
    Fora a função “constante” que o Maurício comentou, fui “obrigado” a modificar um programa que estava desenvolvendo para isso:
    SET PF-STATUS c_pfstatus_0001.

    Tudo porque a metodologia da empresa não permite hardcode nos programas, e se não tirar, não passa no processo de QA.

    Onde já se viu, constante num pf-status !!! Coisa de loko !!!

    A gente ri para não chorar !!! hehehehe.

    Abs.

  6. Que bosta, os cara se acham os pica das galaxias…
    manow a parada é o seguinte, se ta funcionando ja era.. fecho.

    1. Olá Ricardo, tudo bem?

      Obrigado pelo novo comentário, o seu último comentário foi matador, realmente um divisor de águas para nosso site. Obrigado por ter retornado.

      E você superou-se com este comentário heim? Vastos conhecimentos sobre desenvolvimento de software. Espero um dia ter você no meu time.

      Grande Abraço!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *